Viajando de Ferry pela Grécia

Antes de partir para o Oriente Médio, minha viagem começou na Grécia, com toda a ansiedade de voltar para Santorini e dessa vez levando comigo minha amiga Joice. A sede de mostrar para ela todo o azul inexplicavelmente lindo das ilhas gregas estava praticamente incontrolável.

Viajar pela Grécia é uma das viagens mais prazerosas que existe, não só pela beleza do lugar, mas pela facilidade. Fazer turismo por lá é algo que raramente vai gerar uma dor de cabeça no final, mesmo com todos falando grego!

Na verdade, acho que todos os países deveriam fazer um curso de como atender bem o turista, pois os gregos realmente sabem fazer isso. É algo que te envolve sem ser exagerado sabe…Eles estão lá, tentando te vender alguma coisa, mas de uma forma sutil e agradável, sem a insistência dos árabes por exemplo. São simpáticos, tratam você como se já conhecessem há anos. Na verdade o respeito deles é o que conta na hora da negociação e decisão de onde ir comprar ou comer alguma coisa.

Já deu para perceber o quanto amo aquele lugar e as pessoas que se assemelham tanto aos brasileiros.

Planejar uma viagem pelas ilhas a partir de Atenas é muito fácil, e dependendo da época, tudo que você precisa fazer de casa é o booking dos hostels, pois as passagens de ferry para qualquer ilha que queira conhecer pode ser feita ainda no aeroporto ou em qualquer agência de viagens que você encontra em Atenas.

Como já tive a experiência de quase não conseguir chegar em Santorini porque deixei para comprar passagem na noite anterior quando estava em Mykonos, dessa vez resolvi não arriscar e comprei passagens de ida e volta já no aeroporto de Atenas. Acho que é a melhor escolha, especialmente se você está mochilando por aí, mas com datas específicas para ir e voltar de algum lugar. Não poderíamos correr o risco de ficar presas numa ilha grega (que chato…) e perder o vôo para Tel-Aviv.

Quando ainda estava comprando as passagens aéreas, quase comprei pela internet as passagens de ferry para ir para Santorini, mas depois de ler vários depoimentos sobre golpes, acabei desistindo e achei melhor comprar na agência e não correr  riscos.

O que acontece é o seguinte…Muitos sites disponibilizam a venda das passagens online, mas não é possível imprimir o ticket logo depois da compra. Assim que você chegar em Atenas, é preciso ir até a agencia que eles vão citar na hora do booking e pegar sua passagem. Entre essas e outras é que várias pessoas tiveram problemas…Ou que não havia a reserva da passagem ou que a agência não existia. Imagina só, você pagar tudo, chegar lá no endereço certo para pegar sua passagem e dar de cara com uma padaria…

A melhor coisa então seria chegar no aeroporto em Atenas já com as datas certas de quando quer ir para Santorini por exemplo, depois Santorini-Mykonos, Mykonos-Ios, Ios-Atenas e já comprar tudo na hora. Faça o seu roteiro com antecedência e não terá problemas.

Há duas agências no aeroporto onde você pode comprar suas passagens, uma do lado da outra e bem fáceis de encontrar. Eu comprei na Pacific Travel Services nas duas vezes que fui para a Grécia. Elas ficam logo depois do balcão de informações, no andar do desembarque. As atendentes foram super simpáticas e mostram todas as opções de horários e ferries para a ilha que deseja ir.

Há quem prefira viajar de avião até uma das ilhas. Se o preço da passagem estiver bom, super aconselho, mas pelo menos uma viagem de ferry deve ser feita durante sua estadia na Grécia. Todos os ferries são muito bem equipados, confortáveis, com cafés, bar e banheiros. A experiência é única e viajar por algumas horas com aquele azul lindo do mediterrâneo ao seu lado não é nada ruim!

Para quem tem problema com barcos, acho melhor não optar pelos ferries de velocidade rápida, pois eles são menores e balançam muito mais. Nessa última viagem fui e voltei de Santorini no HighSpeed e não gostei muito. É muito mais rápido, claro, mas se assemelha muito com uma viagem de ônibus. O ferry é fechado e cada pessoa tem assento marcado no bilhete. Nos de velocidade normal, o ferry é bem maior, e nem sempre com assentos marcados. Apesar de demorar mais, ele oferece um espaço legal para comer e observar a paisagem do lado de fora. Se você está viajando de classe econômica (hello mochileiros!), chegar bem cedo é uma boa pedida para conseguir um lugar legal para sentar.

Apesar do friozinho, dependendo da época do ano que viajará, acho legal ficar sentado do lado de fora do ferry, para não perder nada da visão daquele paraíso. Acho que a maioria dos ferries saem as 7 da manhã do porto de Atenas (Piraeus), então sempre tenha em mãos algo para se agasalhar caso sinta frio.

Todos os barcos possuem um lugar específico para você deixar as malas maiores. Nos de alta velocidade fica próximo a porta e é fácil chegar até sua mala caso precise de alguma coisa. Já nos normais, as malas ficam na “garagem” do ferry, onde todos os carros e motos são transportados, então pense nisso antes de empacotar tudo!

Assim que você chega no destino desejado, ao descer do ferry, com certeza alguém do seu hostel estará te esperando no porto. Centenas de pessoas com plaquinhas com nome de hotels, hostels e pousadas…Na verdade, na Grécia, todas essas opções se transformam em uma só e são conhecidas como VILLAS. Umas mais baratas e outras mais caras.

Preste bastante atenção para o ônibus do hotel não sair sem você, mas acho difícil, pois eles esperam até o último passageiro. Caso isso aconteça, como aconteceu comigo,bastou pedir informação para o motorista de outro hotel, o cara fez algumas ligações e em minutos o dono do hostel onde ficaríamos hospedados voltou para nos pegar. Fácil fácil.

Valores:

Ferry Atenas-Mykonos : 37 Euros

Ferry Mykonos-Santorini, Santorini-Atenas : 94 Euros (Caro assim porque o ferry que ia direto estava lotado, então como queria muito ir para Santorini, comprei uma passagem com várias conexões em outros portos, e demorei umas 12 horas para chegar na outra ilha! Não faça isso e compre com antecedência)

Atenas-Santorini : 42 Euros

http://greeceferries.com/

Nesse site dá para fazer os bookings (parece confiável, mas mesmo assim preferi não arriscar) ou pelo menos só ter uma noção de horários e quanto custará seus tickets.

Anúncios

Portugal?? Claro!

Confesso que viajar para Portugal, era sem dúvida, uma das minhas últimas opções e estava quase descartando alguns dias na terra dos descobrimentos durante minha estadia na Europa.

Portugal só entrou no meu roteiro no fim do ano passado, quando mais uma da minha “super sorte” aconteceu. Minha carteira foi roubada, usaram uma boa grana do meu cartão e me deixou desesperada, pois aquele dinheiro estava sendo guardado para pagar umas contas pendentes. Com o desespero tomando conta de mim, quando voltava do posto policial aqui de Dublin, meu namorado na época (indiano) perguntou se eu não queria entrar na igreja que estávamos passando em frente e olhando no relógio, vendo que era hora da missa, pensei: Por que não??

Quando a missa começou, deu para entender que era uma celebração especial sobre Nossa Senhora de Fátima e aquilo foi tomando conta de mim e me dando uma paz, que no fim da missa eu já tinha feito uma promessa para a Santinha!

O banco tinha me avisado que se fosse provada a fraude do cartão, poderia receber meu dinheiro de volta em no mínimo quarenta dias…Mas eu não poderia esperar todo aquele tempo e foi aí que minhas preces foram atendidas! Depois de 4 dias, decidi verificar minha conta online e para minha super e mega surpresa, o banco já tinha devolvido todo meu dinheiro de volta!

Eis que a promessa era: viajar para Fátima, em Portugal, em agradecimento por me ajudar a receber o dinheiro roubado antes da data limite. E recebi muito, mas muito antes do prazo dado pelo banco. E como aqui nao temos Aparecida do Norte, foi para Fátima a minha peregrinação!!

Depois de tudo resolvido, hora de comprar passagens e a mais barata que tinha encontrado para Lisboa foi exatamente para a semana do meu aniversário. Então nada mais gostoso como me dar de presente alguns dias num país que era totalmente novo para mim, mesmo que no princípio, não sabia exatamente o que esperar de Portugal…

Tudo isso para explicar que às vezes há motivos maiores para se conhecer um país, motivos maiores do que encontrar uma passagem da Ryanair por 10 Euros! (adoro!!)

E foi assim que começou os meus planos para conhecer a terrinha que descobriu o Brasil . Depois de todo preconceito que eu tinha em relação ao país, ainda não me conformo como demorei tantos anos para conhecer Portugal e se fosse escolher um país para me mudar hoje, com certeza iria para lá!